Alojamento, Assistência e Desenvolvimento

As áreas de intervenção dos Albergues do Porto são o conjunto de serviços, atividades e cuidados abrangentes e integrados de apoio a pessoas em risco ou em exclusão social, respondendo às necessidades básicas das pessoas acolhidas, com um enquadramento técnico estável, seguro e personalizado, de forma a desenvolver competências que possam constituir a base para uma integração e reinserção social positiva na sociedade.

Como apoio base são assegurados os serviços de alojamento, alimentação, higiene e roupa e segurança. 

Por outro lado, é definida a implementação de todas as ações relacionadas com o acolhimento, capacitação, desenvolvimento e reinserção social de acordo com o projeto de vida de cada pessoa, em articulação com a família e rede de suporte.

É ainda determinado, para cada um dos utentes, um acompanhamento biopsicossocial que assegure as respostas necessárias mais diversas, que vão desde a assistência social às variadíssimas especialidades médicas. 

Num processo contínuo de desenvolvimento e capacitação é cumulativamente assegurado um plano de atividades ocupacionais e a promoção da aquisição de competências pessoais e profissionais.

APOIO BASE

ALOJAMENTO

Assegurar o alojamento aos utentes através da cedência de uma cama em quarto partilhado.

ALIMENTAÇÃO

HIGIENE E ROUPA

SEGURANÇA

Assegurar o fornecimento de refeições aos utentes que estão em regime de alojamento ou em regime de apoio externo através do serviço do Plano de Emergência Alimentar.

Assegurar a higiene dos utentes e o fornecimento de roupa com condições de conforto e qualidade para o seu bem-estar.

Assegurar a vigilância e segurança dos utentes em acolhimento e das instalações 24 horas por dia.

ACOLHIMENTO, DIAGNÓSTICO E PLANO DE INTERVENÇÃO

ACOLHIMENTO

AVALIAÇÃO CLÍNICA

Assegurar a implementação do processo de admissão e acolhimento em articulação com o gestor de caso designado para cada utente. Identificação dos recursos, direitos e deveres do utente.

Garantir a avaliação clínica do utente e diagnóstico de necessidades para o acompanhamento e monitorização da saúde, preparando potenciais tratamentos prévios da admissão, bem como o encaminhamento dos mesmos para outras estruturas de saúde, sempre que necessário.

ELABORAÇÃO DO PLANO DE INTERVENÇÃO

Assegurar a elaboração, execução e avaliação do diagnóstico biopsicossocial e o  plano de intervenção do utente. Assegurar a implementação  de todas ações relacionadas desde do acolhimento, capacitação, desenvolvimento à reinserção social de acordo com o seu projeto de vida, estabelecendo a articulação com a família e rede de suporte, caso possível.

ACOMPANHAMENTO BIOPSICOSSOCIAL

ASSISTÊNCIA SOCIAL

PSICOLOGIA

Assegurar o estudo dos utentes e das soluções possíveis dos seus problemas. Assegurar o apoio aos utentes a resolver adequadamente os seus problemas de adaptação e readaptação social, fomentando uma decisão responsável. Assegurar e promover a colaboração com os serviços sociais de outras instituições ou entidades sobre o processo do utente.

Assegurar o estudo e acompanhamento do comportamento e os mecanismos mentais do utente e proceder a investigações sobre problemas psicológicos em domínios como o fisiológico, social, pedagógico e patológico, utilizando técnicas específicas.

MEDICINA GERAL

Assegurar exames médicos, requisitar exames auxiliares de diagnóstico. Assegurar o envio do utente para médicos especialistas, sempre que necessário, para exames ou tratamentos específicos. Assegurar a terapêutica medicamentosa aos utentes.

PSIQUIATRIA

Assegurar a realização de consultas de psiquiatria com a regularidade necessária para cada utente.

ATIVIDADES OCUPACIONAIS TERAPÊUTICAS

Assegurar atividades ocupacionais aos utentes, num processo contínuo, de forma a desenvolver capacidades e competências pessoais, de acordo com o plano de intervenção nos diferentes contextos internos do alojamento ou externos, que permitam um processo de reabilitação e de recuperação psicossocial. Estas atividades têm como principal objetivo poder desenvolver softskills e em simultâneo prevenir e melhorar componentes da saúde física, mental e social do utente necessárias para uma vida com mais autonomia e bem-estar, reduzindo sempre que possível a intervenção externa técnica e aumentado as atividades entre pares.

CAPACITAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS

SOFTSKILLS E ATELIERS OCUPACIONAIS/ TERAPÊUTICOS

Assegurar a educação e formação contínua centrada no desenvolvimento pessoal do utente. Garantir o desenvolvimento biopsicossocial em vários temas como: o auto-cuidado e imagem, conhecimento do corpo e ação, desporto e estilos de vida saudável, saúde, alimentação, sono e qualidade de vida, entre outros. Assegurar atividades que permitem o desenvolvimento de competências práticas e  expressão terapêutica dos utentes (ex.: pintura, horticultura, cozinha, entre outras).

HARDSKILLS E FORMAÇÃO EM CONTEXTO DE TRABALHO

Assegurar a formação técnica, dirigida apenas às pessoas com capacidades motivacionais, pessoais e profissionais de acordo com um plano de intervenção e perfil profissional para a aquisição de competências técnicas necessárias para fazer face a oportunidades potenciais de emprego. Proporcionar experiências de formação técnica em contexto de trabalho, acompanhada por gestores de caso, com o objetivo de estimular e promover o futuro potencial profissional da pessoa acolhida.

EMPREGABILIDADE

Assegurar a preparação, contratação e acompanhamento da inserção profissional e empregabilidade do utente, através do trabalho em rede com outras organizações e com potenciais empregadores.

025JFFW430963.jpg

Junte-se a nós